Guia prático para escolher o material dos seus móveis planejados

Guia prático para escolher o material dos seus móveis planejados
Guia prático para escolher o material dos seus móveis planejados

Os móveis planejados são uma grande tendência que vieram para ficar. Com as casas cada vez menores, é preciso aproveitar bem o espaço de circulação da residência, possibilitando que todo o necessário esteja à disposição dos moradores. Nisso, o material para móveis planejados desempenha grandes funções, dando mais durabilidade, flexibilidade e qualidade para a mobília.

Saber qual o melhor material para aplicar na fabricação dos projetos garante diferencial competitivo para o negócio, destacando sua loja frente a concorrência. Quer entender melhor sobre qual o melhor material para móveis planejados? Então, continue lendo nosso guia prático e saiba como conquistar clientes com a matéria-prima. Boa leitura!

1. Como trabalhar com móveis planejados?

Trabalhar com móveis planejados não se trata apenas de vender as mobílias personalizadas. Há uma série de detalhes e processos que devem ser observados durante a fabricação, compra e venda dos produtos. Por exemplo, a decoração não é o único objetivo dos móveis planejados, o cliente é que deve ser o foco do projeto.

Então, é preciso conhecer seu cliente para entender as necessidades, desejos e como o conjunto final trará mais qualidade de vida para os moradores da residência. Além do mais, esse tipo de fabricação de mobílias foca no bom aproveitamento dos ambientes para que as casas tenham tudo o que uma família precise — mesmo nos espaços reduzidos dos centros urbanos modernos.

Assim, os móveis planejados trazem para o cliente mais qualidade de vida, melhor aproveitamento da casa e valorização do imóvel, além da decoração sofisticada e personalizada. Abaixo, apresentaremos alguns aspectos que os gestores das lojas de móveis planejados devem observar.

1.1. Fabricação e fornecedores

A fabricação do móvel planejado é o processo que reúne tudo o que o cliente deseja e necessitada, com os melhores materiais e técnicas para entregar um projeto de incrível. Muitos fatores estão inclusos nesta etapa, mas o principal deles é a qualidade dos produtos entregues, devendo ter oferta de opções para acessórios, cores e estilos para as peças finais.

Já ao que tange o fornecedor, apenas a qualidade do que está sendo entregue não é suficiente para fechar negócio. É preciso fazer avaliação dos fornecedores e compreender alguns aspectos de seu perfil. A reputação da marca e a flexibilidade para os projetos são alguns dos pontos que devem ser investigados para garantir a qualidade dos móveis planejados.

Aqui na Daico nós temos a vantagem de ter uma fábrica própria e entregar aos nossos lojistas parceiros a qualidade que eles já conhecem bem. 

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Daico Móveis Planejados (@daicomoveisplanejados) em

1.2. Colaboradores

A loja precisa de várias pessoas para que funcione adequadamente. Além do gestor e dos times da administração interna — como marketing, recursos humanos e contabilidade — a frente de trabalho da loja de móveis planejados conta com vendedores, entregadores e montadores. Cada área dessas tem suas particularidades e requer cuidados específicos, leve em conta essas características para contratar bons funcionários.

Não necessariamente toda loja deve ter as funções citadas acima, isso depende muito do modelo de negócio e do tipo de gestão aplicados na empresa. Porém, independentemente do tamanho da sua equipe, alguns cuidados mínimos são necessários com ela. Como o treinamento e capacitação humana.

As funções exercidas no atendimento ao público, como vendas e financeiro (caixa, crediário e cobrança), precisam de treinamento específico para o atendimento e suporte dos clientes. Por exemplo, treinamentos de argumentação, acolhimento humanizado e resolução de conflitos são ótimos para lidar com os consumidores na rotina diária, ao mesmo passo que também ajudam a melhorar o relacionamento com o público.

A equipe de entrega precisa receber a capacitação mínima para lidar com os móveis. Isso diminui problemas com o transporte dos objetos até o local de instalação. Há lojas que unem ambas as funções, sendo os próprios montadores que entregam a mobília. 

1.3. Venda e pós-venda

Ambos setores precisam andar juntos, pois o pós-venda tratará de cuidar e nutrir o relacionamento da empresa com o cliente, que foi iniciado com o vendedor. Então, é importantíssimo que tecnologias sejam implementadas para integrar informações dos consumidores para ambos departamentos. Isso facilita o atendimento, evita erros de informações e dá mais agilidade para as equipes.

A técnica de overdelivering é excelente para o pós-venda conquistar o cliente, fidelizando-o à sua marca. Ofereça serviços únicos para quem já comprou seus móveis planejados, como montagem e desmontagem profissional — mesmo depois de instalado, se o cliente quiser se mudar ou fazer reformas, ele pode contar com sua equipe para atendê-lo nesse momento.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Daico Móveis Planejados (@daicomoveisplanejados) em

Por isso, também pense em especializar seus vendedores, ofertando treinamentos de técnicas de vendas para que saibam exatamente como contornar objeções, transformar informações em argumentos e encantar os clientes no primeiro contato.

2. Qual a importância dos materiais para móveis planejados?

Há diferentes tipos de materiais que podem ser aplicados na fabricação de móveis planejados. Cada um deles, com suas características e particularidades, tem capacidade de influenciar na qualidade final do produto. Então, é preciso escolher com cuidado quais farão a composição do projeto.

As principais características que um móvel planejado deve apresentar são:

  • resistência ao tempo;
  • durabilidade no manuseio;
  • praticidade de uso;
  • personalização às necessidades do cliente.

Para que o projeto atenda a todas essas exigências, é preciso que os materiais dos móveis planejados sejam bem escolhidos. Pense em visitar pessoalmente seus fornecedores para verificar as matérias-primas utilizadas. Faça, também, testes práticos com protótipos. Certifique-se de que os materiais sejam resistentes e tenham durabilidade em diferentes situações.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Daico Móveis Planejados (@daicomoveisplanejados) em

Esses pontos são importantes porque impactam na qualidade do produto final, trazendo um móvel planejado bonito e que valoriza a decoração do ambiente, além de durável e que atende as necessidades do cliente — resultando em uma melhor lucratividade para os negócios da loja.

3. Quais os melhores materiais para fazer móveis planejados?

O MDF e MDP são os materiais para móveis planejados mais utilizados. No entanto, há o OSB que é uma matéria-prima para móveis de madeira que podem atender algumas necessidades específicas. Abaixo falaremos melhor sobre cada um desses compostos para planejados.

3.1. MDF

A composição e fabricação do MDF permitem que ele seja menos denso. Assim, é muito utilizado em objetos com design curvo e formas circulares. A prensa em temperatura alta acaba com os cupins que poderiam restar na peça, garantindo maior durabilidade e resistência. Além disso, a compactação das camadas aglutinadas de madeira deixam um acabamento mais homogêneo na peça de MDF.

Justamente por isso é que o MDF é muito utilizado nas partes externas, pois o acabamento em pintura fica mais uniforme. Por ser menos poroso que o MDP, recebe melhor as pinturas e dá mais economia na hora de aplicar as camadas de tinta nas peças.

3.2. MDP

Com densidade maior que o MDF, o material MDP é perfeito para receber furos de pregos e parafusos, não tendo rachaduras nas peças durante montagens e desmontagens. É mais resistente à umidade, mas não é impermeabilizado como o MDF verde que é hidrorrepelente. O MDP é fabricado a partir de florestas sustentáveis e replantadas, livre de madeira da Amazônia e Mata Atlântica.

Durante o processo de fabricação, as camadas mais finas de madeira ficam na superfície e as mais delgadas no miolo. Dessa forma, ao ser prensada em altas temperaturas, garante resistência e durabilidade suficientes para as estruturas importantes dos móveis planejados.

3.3. OSB

Este material para móveis planejados tem o acabamento rústico, pois só pode receber camadas de verniz. A diferença do OSB para o MDF e MDP é que suas partículas de madeira são maiores que desses outros. Isso faz com que, mesmo prensado, seja possível ver os pequenos desenhos que formam em sua superfície.

Juntando isso com a finalização envernizada, você tem uma peça rústica única que serve como decoração de ambientes mais descontraídos. A varanda e o jardim ganham muito com móveis em OSB. Ele também é um excelente isolante acústico e pode ser planejado para servir como móvel multifuncional nas paredes — como prateleiras com fundo, uma estante de livros ou armário embutido.

Por isso que é importante pensar nos materiais para móveis planejados. É possível criar um estilo único, funcional e que aplique as melhores características da matéria-prima.

4. Qual a importância de avaliar os materiais?

O principal objetivo em avaliar os materiais é garantir a qualidade final dos produtos, mas além disso, também ajuda a evitar acidentes durante o uso dos produtos. Por exemplo, as corrediças de uma gaveta podem ceder com o peso dela e cair no pé de quem usar. Pode acontecer de as dobradiças não aguentarem o peso da porta e cair em cima de alguém na cozinha.

Qualquer situação dessas pode gerar um problema enorme para a gestão da loja de móveis planejados. Por isso que a avaliação deve ser feita sempre, observando testes práticos que ajudem a compreender quais os limites dos móveis. Além do mais, essa prática também ajudará a delimitar quais serão as recomendações de uso para os clientes.

As ferragens — dobradiças, puxadores, corrediças e trilhos — geralmente recebem pouca atenção nos projetos, mas elas deveriam contar como uma das partes mais importantes. Muitos acidentes podem acontecer por mal funcionamento dessas peças. Para evitar reclamações futuras de seus clientes, pense em começar o projeto já pensando na qualidade desses itens.

Assim como as peças de madeira precisam garantir que a equipe de montagem faça seu trabalho por completo, sem rachar ou desmanchar na perfuração e parafusação. Então, conheça seus fornecedores e os materiais apresentados para a fabricação dos móveis planejados. Peça por amostras e observe a qualidade do que é apresentado.

5. Como avaliar a qualidade dos materiais?

Não tem jeito, a maneira de avaliar a qualidade dos materiais de móveis planejados é testando eles durante a produção das peças. O primeiro ponto a se preocupar é com a perfuração e parafusação das chapas de madeira. Como dissemos, elas não podem se desmanchar e nem abrir rachaduras durante esse processo.

Caso o material apresente rachaduras, futuramente, pode acontecer dos parafusos caírem. Esse ponto é importante que pode afetar a segurança do cliente durante a utilização. Além do mais, após o acabamento, é preciso testar para resistência à água e poeira. Dependendo da função que será dada ao móvel, a intensidade dos testes pode ser maior ou menor.

Por exemplo, peças para lavanderia, cozinha e banheiro precisam de maior resistência à água do que móveis de escritório. Assim como os móveis de garagem, varanda e sala devem ser mais resistentes à poeira, para não perderem brilho, do que aqueles objetos instalados na cozinha. Não podemos esquecer, também, que a estrutura deve ser testada para a capacidade de peso suportada sobre ela.

Gavetas, prateleiras, bancadas e qualquer outra superfície precisa do teste de peso e tração, para determinar qual a capacidade e durabilidade nessas situações. Essas avaliações garantirão que o consumidor receba produtos de qualidade, aumentando a satisfação com sua loja de móveis planejados.

Além do mais, não deixe de observar os acabamentos das peças. As fitas em PVC, que são utilizadas nas bordas, não devem ser de fácil remoção e, de preferência, coladas com cola apropriada para o material — MDF, MDP ou OSB. As peças de vidro aplicadas nas portas, gaveta e outros detalhes não devem estar soltas, elas precisam de aderência para evitar acidentes.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Daico Móveis Planejados (@daicomoveisplanejados) em

Como acabamento, pense em utilizar “stops” nos seus móveis planejados, aumentando a durabilidade dos produtos que você vende em sua loja. Esse acessório é colocado nas dobradiças e faz com que as portas fechem devagar, evitando que batam e se desgastem.

6. Como escolher uma boa fornecedora de materiais para móveis?

Há muitos fatores que devem ser levados em consideração na hora de avaliar os fornecedores de materiais para os móveis planejados. O principal é a qualidade dos materiais utilizados e, provavelmente, você já sabe disso. Mas o que mais deve ser observado? Abaixo mostraremos os principais pontos que você precisa ter atenção quando estiver procurando por parcerias de negócios.

6.1. Preço

Claro, sempre procuramos pelo preço mais em conta, afinal, a margem de lucro também depende disso, mas o preço está diretamente ligado a qualidade dos materiais. Um material de boa qualidade, com garantia de durabilidade e resistência não custa barato. Pense em negociar prazos para pagamento e boas ofertas de crédito, facilitando a quitação do investimento nestes produtos.

O preço que foi investido nas matérias-primas será repassado ao seu cliente. Então, aqui entra um jogo de cintura necessário para argumentar a importância que materiais de qualidade têm para a produção dos móveis planejados. Não se trata apenas de repassar um preço maior para o consumidor e aumentar a lucratividade da loja.

Materiais de qualidade são resistentes às perfurações e podem ser remontados. Então, é preciso mostrar para o cliente que os móveis terão maior durabilidade e darão menos dores de cabeça no futuro, mesmo que ela precise desmontá-los e montá-los novamente.

6.2. Relacionamentos longos

Procure por fornecedores que tenham bons relacionamentos com outras lojas. Nesta hora, você não é concorrente de outro lojista, você é um cliente como ele e que procura o melhor para sua empresa. Então, pesquise e avalie os parceiros de negócio desse fornecedor e compreenda qual impacto que ele trouxe para o comércio de seus clientes.

Quanto mais longo for o relacionamento, melhor. Isso significa que há uma preocupação com a satisfação de todas as etapas envolvidas na venda dos móveis planejados — produção, lojas e clientes finais. Além do mais, trocar de fornecedor o tempo todo custa caro e compromete a qualidade das peças entregues, então, escolha por aqueles que prezam pelas relações duradouras.

Os relacionamentos longos, também, significam que a fornecedora de negócios presta todo o suporte necessário para os lojistas. Esse apoio é importante para que sua loja não fique desassistida, caso algum problema surja com os clientes e os móveis planejados.

6.3. Reputação da marca

Procure por marcas de fornecedores que sejam conceituadas no mercado. Faça parcerias somente com quem preza pelos mesmos objetivos e tenham os mesmos valores que sua empresa. Converse com outros lojistas para entender se houveram problemas e como foram resolvidos. A principal questão não é encontrar um fornecedor perfeito e que nunca apresente erros.

O ponto importante é entender como é o processo de resolução das questões surgidas. Se teve atraso na entrega, falha na produção ou erro no acabamento, qual foi a satisfação desse lojista com a solução do fornecedor? Houve compensação? A situação impactou no cliente final como?

Além dessas perguntas, você pode pesquisar pelos fornecedores junto ao Procon (Órgão de Proteção ao Consumidor) do seu estado ou no site Reclame Aqui! — fórum especializado em receber reclamações de clientes de vários setores do mercado brasileiro. Lá são apresentadas as reclamações, resoluções dos problemas e uma medição com a transparência e satisfação da empresa avaliada.

As redes sociais também são uma ótima forma de compreender como é o suporte que o fornecedor presta para os clientes dele. Observe como é a conversa entre o gestor das mídias sociais e os participantes das páginas. Veja como são os comentários positivos e negativos, quais os pontos apontados e como foi a resposta da empresa.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Daico Móveis Planejados (@daicomoveisplanejados) em

Isso apresenta uma amostra grátis de como é o atendimento e o cuidado com o consumidor. Todas as armas que seus clientes finais têm para fazer reclamações e entrar em contato com sua loja de móveis planejados, você também dispõe nesse momento de avaliação dos fornecedores. Você é um cliente empresa e precisa do melhor para seu negócio.

6.4. Flexibilidade

A flexibilidade de um fornecedor perante prazos, formas de pagamento, solicitações de projetos e personalização de design são importantíssimas. Pense nas necessidades do seu negócio e procure por parceiros que estejam dispostos a satisfazerem o que seus consumidores precisam. A maior dificuldade pode ser encontrar por fabricantes que trabalhem com projetistas que fogem o senso comum de decoração.

Por isso, pense em diferentes modelos de negócios que você possa recorrer à fabricação dos móveis planejados. Por exemplo, as marcenarias são as mais apropriadas para receberem projetos detalhistas e personalizados. Não dependa apenas de um tipo de fornecedor, pois a variedade na produção permite alcançar maior público.

Além do mais, quanto maior a quantidade de fornecedores você tiver, mais negócios você poderá fazer ao mesmo tempo, tornando fácil a expansão da sua loja de móveis planejados.

7. Como materiais de boa qualidade podem otimizar os resultados da loja?

Você já compreendeu a importância que a qualidade do material para móveis planejados tem para o sucesso dos negócios. Já mostramos para você, também, como avaliar a matéria-prima escolhida e como selecionar o melhor fornecedor para sua loja. Pois bem, você deve estar ansioso para ver os impactos disso tudo nos lucros da empresa e é o que apresentamos agora.

7.1. Menos assistências técnicas

Móveis planejados fabricados com materiais de qualidade precisam de menos suporte técnico ao longo de sua vida útil. Isso traz maior resistência ao tempo e garante a durabilidade do produto durante seu uso pelo consumidor. Em longo prazo, isso significa redução de custos para sua loja, pois o cliente não precisará de reposição de peças.

7.2. Clientes mais satisfeitos

Um material para móveis planejados que tenha qualidade certificada traz mais satisfação para os clientes. O motivo é simples: ele atende todas as necessidades porque foi feito pensado na casa do consumidor, além do mais, tem qualidade e durabilidade garantida. O cliente fica satisfeito de não precisar chamar o reparo a cada 6 meses.

Isso ajuda na fidelização da sua clientela, aumentando a lucratividade dos negócios.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Daico Móveis Planejados (@daicomoveisplanejados) em

7.3. Maior alcance de público

É quase certeza que na hora de indicar um “marceneiro” ou um “servicinho de móveis” para um conhecido, aquele cliente fidelizado falará bem da sua loja de móveis planejados. Consumidores satisfeitos são fiéis às suas marcas, além de gostarem de divulgar naturalmente os benefícios de fazer negócios com ela.

Assim como as pessoas usam as redes sociais para exporem casos problemáticos com empresas, elas também fazem o mesmo para falar de suas lojas favoritas. A sua presença online aumentará por isso, dando maior alcance de público e permitindo que sua equipe de marketing capte mais leads.

7.4. Pós-venda melhor

O pós-venda, como já dissemos, é essencial para garantir o suporte ao consumidor — mesmo após a compra e pagamento dos produtos. É nesse momento que você tem a oportunidade de realmente fazer a diferença. Porque, afinal de contas, vender coisas qualquer um vende, o que o cliente precisa mesmo é de alguém que esteja lá para ele quando for necessário.

Você pode até ter lido isso e pensado em seu relacionamento com amigos e família, mas é exatamente essa a ideia do pós-vendas. Desenvolver o relacionamento entre empresa e cliente que foi criado no momento da compra e venda de produtos — seja loja online, seja loja física.

O material para móveis planejados fornece as principais características para o produto final. Se seus clientes querem qualidade, durabilidade e custo-benefício, por que, então, investir em matéria-prima que entrega algo diferente disso? Mas não se esqueça, os fornecedores cumprem um papel importante nessa etapa, saiba como avaliar e escolher bem essa parceria.

Quer compreender melhor as etapas de análise dos parceiros de fornecimento? Então, confira nosso guia completo para escolher seus fornecedores!

Quer receber dicas e novidades?

Email cadastrado com sucesso! :)