Cozinha e lavanderia juntas: como criar projetos que integrem os ambientes?

Cozinha e lavanderia juntas: como criar projetos que integrem os ambientes?
Cozinha e lavanderia juntas: como criar projetos que integrem os ambientes?

Casas e apartamentos pequenos são soluções de moradia cada vez mais comuns nas cidades grandes. Por isso, integrar costuma ser a melhor forma de aproveitamento de cada centímetro disponível, aliando conforto, praticidade, bem-estar e organização, como é o caso da cozinha e lavanderia juntas.

Quer aprender a criar projetos fantásticos para atender os seus clientes? Leia nosso artigo e descubra!

Aproveitando o espaço: cozinha e lavanderia juntas

Embora práticos, espaços pequenos representam um obstáculo na hora de mobiliar e decorar. Quando separados, ambos parecem ser apertados e desconfortáveis, com paredes e portas impedindo a circulação e a utilização.

A tendência dos conceitos abertos (open concept) é uma ótima maneira de criar ambientes maiores, mais confortáveis e iluminados. Abrir mão de uma área de serviço separada e investir na cozinha e lavanderia juntas é a resposta para ter uma maior funcionalidade e mais conforto para os moradores.

E o melhor: com um projeto cuidadoso, é possível fazer com que alguns elementos, como o varal, a tábua de passar ou a estante de produtos de limpeza, fiquem bem escondidos (mas, ainda assim, fáceis de acessar quando necessário).

Integrando ambientes: dinamismo e funcionalidade

A maioria das pessoas não gosta de passar as preciosas horas no lar dedicando-se às tarefas domésticas. A disposição dos itens pode ser um facilitador interessante para dinamizar as ações e diminuir o tempo gasto entre preparar a comida e lavar a roupa.

A proposta não é nova e já é aplicada ao living, unindo salas de estar, jantar e varandas para criar um lugar próprio para estar com a família e os amigos. Inclusive, a própria cozinha também já teve a divisão abolida, fazendo parte da área social.

Chegou a hora de fazer o mesmo com a lavanderia. As máquinas de lavar têm design cada vez mais atraente, com acabamentos, como inox e preto, juntando lavagem e secagem num mesmo equipamento. Agora, é hora de saber como você pode criar um espaço que atenda às necessidades e desejos de quem entra na sua loja.

Colocando o projeto em prática: dicas essenciais para conquistar a clientela

Agora que já entendemos a proposta da cozinha e lavanderia juntas e por que ela é uma ótima solução para quem deseja aproveitar da melhor forma o espaço interno da casa ou apartamento, é hora de ter acesso a dicas de ouro para fazer o projeto ideal para cada cliente. Confira!

Conheça o seu cliente

As principais informações para elaborar uma proposta impecável serão fornecidas pelo cliente. Esteja atento para ouvir e interpretar as informações. Quer um exemplo? Não adianta fazer um projeto para uma máquina com abertura frontal quando o modelo usado pelo cliente tem tampa superior. Ou, ainda, usar uma paleta de cores que destoa do resto da casa.

Invista em um único estilo

Na hora de escolher acabamentos, materiais e design, o ideal é investir em um mesmo estilo que se incorpore ao que já é adotado em outros ambientes (ou que esteja de acordo com as preferências do morador). Para criar contrastes, proponha uma parede colorida ou uma luminária diferente.

Use móveis planejados e multifuncionais

Planejados e multifuncionais são essenciais para aproveitar o espaço. Ao colocar cozinha e lavanderia juntas, não se esqueça de utilizar um mesmo acabamento externo para todos os armários, estantes e bancadas, unificando o visual.

Crie áreas específicas

Só porque o local será o mesmo, não significa que não deva existir a definição de áreas. O ideal é ter um espaço para a roupa (separar, dobrar, passar) e outro para o preparo de alimentos. Assim, evita-se a bagunça e acidentes.

O mesmo se aplica ao uso interno dos armários. Reserve espaços próximos do local de uso, facilitando o acesso na hora de usar e ajudando na organização.

O ideal na hora de colocar cozinha e lavanderia juntas é propor soluções que, acima de tudo, possam ser colocadas em prática sem muito esforço e sem exigir grandes obras. Quem não quer derrubar paredes pode usar divisórias ou portas de vidro, por exemplo. Tenha sempre em mente que as melhores soluções são aquelas que, além de belas e práticas, levam em consideração a realidade do morador.

Que tal ter acesso a outros conteúdos e dicas essenciais para melhorar o atendimento e fazer propostas irresistíveis para a clientela? Então, não deixe de assinar a nossa newsletter!

Quer receber dicas e novidades?

Email cadastrado com sucesso! :)